Breve história do Choy Lee Fut

O Choy Lee Fut é um dos sistemas tradicionais de Kung Fu em que o percurso histórico pode ser traçado até ás suas origens de forma precisa e documentada, através de registos históricos, conservados no seio da família Chan durante gerações. Diz a lenda, que Chan Heung, chegando à região de Guanzhou e vindo de terras estrangeiras por onde tinha viajado nos últimos anos, deparou com o desaparecimento do seu mestre, o monge Choy Fook, pelo que, como redenção pelo facto de não o poder ver ainda com vida, se dedicou a documentar por escrito todos os conhecimentos adquiridos, para que fossem transmitidos às gerações seguintes de forma precisa e segura.

Árvore Genealógica do Choy Lee Fut até aos dias de hoje

Estes registos, Kuen Po, foram sendo transmitidos de geração em geração, até aos dias de hoje, pelo que consultando os mesmos e os registos das perfeituras, onde se pode ver documentação sobre as personalidades mais influentes, pode-se traçar com precisão, os aspectos mais determinantes da história do Choy Lee Fut, que corrobora a versão contada pelo mestre Chen Yon Fa, transmitidas a si pelo seu e pelo seu avô, Chan Yiu Chi, tendo este último escutado as mesmas palavras do seu avô, o fundador do sistema, Chan Heung.

 

Chan Heung começou a praticar as artes marciais pela mão do seu tio Chan Yuen Wu, que dando-se conta da sua habilidade natural, lhe ensinou tudo o que sabia. Ainda jovem e a pedido do seu tio, fundou uma escola em Sun Wei, uma cidade perto de perto de King Mui, a sua aldeia natal. Com o aumento da sua reputação de forma virtiginosa, num curto espaço de tempo reuniu um número considerável de alunos, tornando-se um dos mais conhecidos instructores de Kung fu da região.

Lee Yau Shan, praticante de sistemas de Shaolin, instalou-se na região e rapidamente chegou aos ouvidos de Chan Heung a habilidade impressionante daquele instructor. Chan Heung, querendo comprovar a veracidade do que se dizia, esperou-o à saída de um restaurante, e com um ataque traiçoeiro, procurou projectar Lee Yau Shan, que com uma contra técnica, não só anulou a ofensiva de Chan Heung, como o projectou. Apercebendo-se da superioridade do seu oponente, imediatamente lhe pediu desculpas pelo ataque traiçoeiro e também que o aceitasse como discípulo. Lee Yau Shan, sentindo a veracidade do pedido, aceitou-o como discípulo e em cinco anos ensinou-lhe tudo o que sabia.

Um dia ouviram falar de um monge recluso que vivia nas montanhas Law Fou, conhecido pela sua habilidade na medicina chinesa. O seu nome era Choy Fook, conhecido como um dos seis monges sobreviventes do mosteiro Shaolin de Fukien. Movidos pela curiosidade, Chan Heung e Lee Yau Shan decidiram visitar o monge, e depois de breves minutos com este, rapidamente se deram conta da superior habilidade do monge pelo que Chan Heung não quis perder a oportunidade de desenvolver as suas habilidades para um patamar superior, pelo que, pondo-se de joelhos, implorou a Choy Fook que o aceitasse como discípulo. Aceite discípulo, Chan Heung passaria a viver com o monge como estudante residente e a aprender com ele as artes de Shaolin. O trabalho árduo, a dedicação, a habilidade natural e a aprendizagem com um monge de conhecimentos superiores, levaram a que Chan Heung terminasse os seus estudos em 10 anos.

Concluído o seu ensino, Choy Fook ofereceu um banquete de despedida em homenagem ao seu discípulo, contando-lhe as suas origens e as origens do sistema que lhe ensinou, desenvolvido através de conhecimentos preservados por gerações intermináveis de monges guerreiros, e que ele deveria preservar também e transmitir às gerações futuras, para que estas tradições se mantivessem vivas e resistissem no tempo.

Chan Heung despediu-se de Choy Fook e regressou á sua aldeia natal, abrindo uma clínica para tratar e ajudar os doentes, que chamaria de Wing Sing Tong. Posteriormente, e a pedido dos anciões da família, abriria uma escola de Kung Fu no pátio ancestral e que denominaria de Hung Sing Gwoon. Seria então que condensaria os conhecimentos adquiridos e chamaria ao seu sistema de Choy Lee Fut, em homenagem aos seus mestres.

Chan Heung espalharia a sua arte por toda a parte, mas seria o seu filho mais velho, Chan Kon Pak quem receberia todos os conhecimentos, e que os transmitiria também a seu filho Chan Yiu Chi e este por sua vez ao seu filho Chan Wan Hon. Seria assim Chen Yon Fa a receber deste último, seu pai, os conhecimentos e manuscritos da família, tornando-se no actual guardião do sistema da 5ª geração da família Chan.